Você sabe dizer quais inovações vão surgir?

Comprar seu caminho para o futuro, como Steve Jobs fez com o iPad, é uma das alternativas para empresas que querem inovar

Um dos maiores desafios encarados por qualquer líder é a habilidade de antecipar novas tecnologias, novos concorrentes e novos modelos de negócios. Eu acho que há muitas maneiras diferentes de explorar o futuro e tentar antecipar o que irá surgir de novo no mundo dos negócios. Abaixo eu descrevo as três abordagens que eu mais gosto de utilizar:

1. Navegue na fronteira da tecnologia;

2. Pegue carona com as tendências exponenciais;

3. Compre o seu caminho para o futuro;

Estas três abordagens juntas podem ser muito úteis para gestores e líderes que querem antecipar as inovações que vão surgir.

1. Navegue na fronteira da tecnologia:

“O futuro já está aqui, só não está uniformemente distribuído”, é uma citação atribuída ao cyber escritor William Gibson. Se você olhar para as tarefas ou trabalhos que possuem um grande desafio de execução, você irá encontrar um interessante conjunto de soluções que podem dar alguma idéia do que poderia se tornar “popular” no futuro. Por exemplo, o Dr. Robert Ballard, o explorador mais conhecido pela descoberta do Titanic, criou o Inner Space Center, em Rhode Island, que tem enormes telas de alta definição que permitem ao cientista acompanhar o andamento de dois navios oceânicos de pesquisa em tempo real, na medida em que eles vão fazendo descobertas ao redor do mundo.

Um navio, o Okeanus tem dois veículos robotizados que podem ser utilizados para exploração submarina, e o mais novo, o Nautilus tem quatro. Como você pode ver, Ballard explorou o Titanic com robôs.
Ballard disse: “Por que eu deveria deslocar meu corpo para um site de pesquisa, quando eu só preciso mover meu espírito?”. O seu laboratório e os navios estão conectados à Internet 2.0, com uma velociade de transmissão de dados 10 mil vezes mais rápida que a Internet comum. Isso permite que eles compartilhem um volume enorme de informação de alta fidelidade para colaboração e resolução de problemas.

Olhando para uma atividade como esta “no limite” da tecnologia, você pode ter idéias de como utlizar esse mesmo enfoque para inovar no seu contexto empresarial e antecipar o futuro.
Este processo de procura de tarefas ou trabalhos extremos é a antítese do “benchmarking” que busca as melhores práticas em torno de tecnologias que já são “populares” (em oposição à futuras tecnologias).

2. Pegue carona com as tendências exponenciais:

Hoje me dia, sabemos que o custo do sequenciamento do gene humano está diminuindo mais rapidamente do que a Lei de Moore (teoria criada pelo engenheiro Gordon E. Moore que diz que o poder dos processadores de computador dobra a cada dois anos, enquanto o preço permanece o mesmo).

Nesse sentido, o que esta redução exponencial em custos significa para tudo aquilo que fazemos hoje em dia, desde a gestão de identidade até a repressão ao crime? Quais organizações e quais funções irão mudar com esta gigantesca e barata tecnologia biológica? Esta é apenas uma tecnologia que está se movendo em um ritmo exponencial. No livro “A Singularidade está próxima”, o autor Ray Kurzweil documenta várias tendências e, como Ray observa, é possível “ver o futuro” se você prestar atenção para a confluência de tendências exponenciais em tecnologia.

Este processo de análise das tendências exponenciais não é nada parecido com previsão tradicional de tecnologia, que tende a olhar para as projeções de melhoria de forma linear e incremental. Os métodos tradicionais de previsão tecnológica não contemplam os saltos tecnológicos resultantes da convergência de múltiplas forças exponenciais.

3. Compre o seu caminho para o futuro:

Alan Kay, o pesquisador que inventou a interface de janelas sobrepostas para computadores disse: “Qualquer empresa pode comprar o seu caminho para o futuro cinco, dez ou mais anos à frente. Para tanto, basta gastar dinheiro e os militares fazem isso o tempo todo.” Ele está certo, já que muitas tecnologias que estão em ritmo exponencial de melhoria podem ser compradas por grandes empresas como uma forma de experimentar agora um futuro que está por vir.

A história de Steve Jobs de inventar o iPad e lançar o iPhone deve-se ao fato de que ele estava projetando que no futuro as telas para produtos eletrônicos seriam muito baratas e de alta qualidade. Era cedo para lançar o iPad. Por isso, ele lançou primeiro o iPhone. Na minha opinião, se Jobs não estivesse tentando comprar o seu caminho para o futuro, ele nunca teria visto essas possibilidades.

Hoje em dia, as empresas deveriam pensar em novos produtos e serviços para um mundo em que a “banda larga” será muito barata. Por exemplo, eles poderiam instalar recursos de vídeoconferência super avançados em uma parte da empresa para ver como seria trabalhar num ambiente onde você esta sempre ligado, em alta definição e alta velocidade. Na minha percepção, esse ambiente de trabalho será diferente e mais produtivo. Agora é a hora de comprar o seu caminho para o futuro. Isso não é o mesmo que construir protótipos. Essa idéia de comprar o seu caminho para o futuro é a concepção do trabalho real mas com tecnologia que custa muito caro hoje, mas que amanhã será muito mais barato.

Bem, essas são pelo menos três maneiras de ver quais inovações vão surgir no futuro. Você utiliza outros métodos? Quais deles você prefere?

Fonte: http://economia.ig.com.br/voce+sabe+dizer+quais+inovacoes+vao+surgir/a1597018344436.html#navegar

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: