Comércio via aparelho portátil deve movimentar R$ 2 bilhões em 2013

Em estudo divulgado pela Hi-Mídia, foi revelado que as compras online realizadas por meio de dispositivos móveis devem atingir R$ 2 bilhões em 2013, à frente dos R$ 132 milhões registrados na primeira metade de 2012, segundo dados do e-bit. A pesquisa foi realizada pela Hi-Midia em parceria com a M.Sense, empresa especialista em estudos de mercado.

O levantamento, que ouviu 1.796 pessoas das cinco regiões do país, também aponta que, dos entrevistados, 45% possuem smartphones e 16% são proprietários de tablets. Do total, 72% são do gênero masculino, os quais foram divididos em classe A (28%), classe B (60%) e classe C (28%). A maior parte localiza-se na região sudeste e tem entre 30 e 39 anos de idade (34%).

A proporção que afirma no Brasil, ter comprado ao menos uma vez por meio de aparelhos portáteis, é bastante significativa. Segundo o documento, um em cada três usuários de smartphone ou tablet já praticou o m-commerce. Já 93% dos entrevistados disseram buscar informações e indicações sobre produtos e serviços através de dispositivos móveis. Além disso, 87% deixaram de comprar em uma loja física por conta de uma informação buscada em seu aparelho.

Entre os produtos já comprados pelos usuários móveis estão eletrônicos e informática (61%), ingressos (44%), eletrodomésticos (39%), conteúdo (38%) e CDs, DVDs e Blu-Ray (36%). As principais categorias não diferem significativamente das compras pelo “e-commerce” (a pesquisa se refere ao e-commerce como sendo o comércio online realizado por meio de computadores laptop e desktop, ao invés de compra e venda online em geral).

Para Julien Turri, CEO da Hi-Mídia, “Os smartphones e tablets são hoje ferramentas poderosas de consulta e embasamento para tomada de decisão de compra, mas ainda não são necessariamente o canal de compra. O m-commerce está em franca expansão, mas acreditamos que será algo complementar ao e-commerce e não que o substituirá”, diz. A pesquisa revelou que apesar de buscarem informações por vias móveis, 73% dos entrevistados ainda preferem finalizar a compra no computador e 13% na loja física.

Para Bruno Maletta, sócio da M.Sense e responsável pela pesquisa, a experiência de compra é diferente dos demais canais e deve ser explorada pelas empresas. “Quando bem utilizado, o m-commerce pode oferecer uma experiência de compra bastante sofisticada, via games ou aplicativos, tornando o processo mais divertido e atrativo”, diz. O uso da geolocalização para busca de pontos de venda (64%), recursos fotográficos (56%), comparadores de preço (39%) e leitores de código de barra (21%) já fazem parte do hábito de compra de grande parte dos usuários de internet móvel.

O estudo mostrou ainda que a segurança é um ponto importante na finalização de compras via dispositivos móveis. A maioria dos entrevistados revelou ter receio ao digitar o número do cartão de crédito em smartphones e tablets. O tamanho da tela também foi apontado como uma barreira para compras móveis. A melhoria na percepção dos serviços de internet móvel e novas tecnologias podem estimular ainda mais esta modalidade de compra.

Fonte: Ecommercenews

Conheça a plataforma de webconferência Lector Live e reduza tempo e custo em seus eventos, treinamentos, apresentações, suporte. Acesse www.lectortec.com.br e entenda porque grandes empresas adotaram a plataforma de comunicação a distância Lector Live.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: