Estudante usa sensor do iPhone para criar teclado virtual invisível

Um estudante da Universidade de Londres criou um ousado projeto de teclado virtual invisível para o iPhone. Florian Kraeutli utilizou uma ferramenta baseada no acelerômetro do smartphone da Apple para reconhecer as vibrações dos toques realizados próximos ao aparelho e transformá-las em texto.

iPhone reconhece letras digitadas em teclado de papel (Foto: Reprodução)

O software, que foi instalado em um iPhone 4 com jailbreak, permite que ele identifique qualquer coisa “digitada” na mesma superfície do telefone, enviando os dados posteriormente para o gadget.

A tecnologia é um pouco complicada e ainda não oferece uma taxa de acerto de 100% das teclas, porém pode ser trabalhada para melhorar no futuro. Em um vídeo publicado na internet, Florian demonstrou o funcionamento do seu experimento: o garoto desenha um teclado em um pedaço de papel e consegue enviar as letras digitadas para o smartphone. O sistema determina a letra correta em aproximadamente 80% das vezes.

Em entrevista ao site do jornal The Telegraph, Florian Kraeutli explicou que ainda está só começando e que esta primeira etapa dos testes tem como único objetivo provar que é possível trazer este conceito para a realidade. O aperfeiçoamento vem depois.

“Os sinais que eu consigo coletar são fracos ainda. No momento, é mais uma prova de que o conceito funciona. Se o acelerômetro fosse um pouquinho mais sensitivo, certamente daria para aumentar a precisão de maneira bem fácil”, comentou o inventor do teclado virtual.

Fonte: Techtudo

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: