Arquivo da tag: capacitação

Com Lector Live não existe mais barreiras geográficas, afirma empresa Valor Investimentos.

Logomarca-original

Em novembro de 2003,  surgiu a empresa Valor Investimentos em Vitória/ES, com foco na prestação de serviço como consultoria e especialização de investimentos no país. Em 2004, a empresa cria a Valor Educação que tem como intuito educar novos investidores e qualificar aqueles que já estão no mercado, para que possam realizar seus investimentos com maior segurança e conhecimento.

A Valor Investimentos presta o serviço de assessoria em investimentos, aplicação em Ações | BM&F | Fundos de Investimentos | Renda fixa | Previdência | Fundos Imobiliários. E a  Valor Educação é especializada na realização de palestras, eventos e treinamentos presenciais, In Company e on-line nas áreas financeiras e afins.

A plataforma de comunicação a distância Lector Live é utilizada na empresa Valor Investimentos para realização de seus cursos e treinamentos on-line. André Bona – Sócio e professor da empresa Valor Investimentos afirma que após adotarem a ferramenta Lector Live, conseguiram eliminar as barreiras geográficas e ganharam novos clientes com mais agilidade e eficiência. Confira a entrevista que André Bona cedeu ao Blog Mundo a Distância.

Blog – Para quais finalidades sua empresa utiliza o Lector Live?

Valor Investimentos  Ministramos palestras e cursos para nossos clientes e clientes potenciais, residentes em todo Brasil.

Realizamos reuniões nas salas virtuais, otimizando o tempo e eliminando o desconforto do deslocamento, onde apresentamos nossas soluções, diferenciais tecnológicos e nossa proposta de atendimento com valor agregado ao nosso público alvo.

Temos em andamento projetos de sala disponível para clientes que investem no mercado de ações e futuros e que querem assessoria de nossa equipe durante todo o período de pregão da bolsa de valores.

 Blog – Quantas pessoas o utilizam?

Valor Investimentos – Em nossa empresa, três pessoas utilizam o sistema para as diversas modalidades acima descritas. Mas são em torno de 25 usuários diários.

Blog – O que mudou para a empresa com a utilização da ferramenta?

Valor Investimentos – Ampliamos o nosso mercado, passando a atender com mais qualidade clientes de todo o Brasil. Estamos, gradativamente, eliminando as barreiras geográficas e ganhando escala mais rapidamente. E estruturando um atendimento cada vez mais próximo de nossos clientes. Um cliente do Amapá, por exemplo, hoje está mais próximo da Valor Investimentos do que de um outro concorrente no próprio Estado do Amapá. 

Blog Houve diminuição de gastos? É possível quantificar?

Valor Investimentos – Sim, houve. Além do consumo da estrutura. Anteriormente, nossos eventos eram presenciais que demandavam custos com organização, coffee break, energia, material e etc. Hoje esses gastos não existem. Isso também gera economia para o cliente, além de eliminar o aborrecimento do deslocamento. Ele assiste aos eventos do conforto de sua residência, junto com sua família.

Blog – Existe alguma receita hoje, após adotar o ensino a distância, que antes não existia? É possível quantificar?

Valor Investimentos – Existirá em breve. Alguns dos nossos eventos serão gravados e comercializados.

Hoje, o principal benefício foi reduzir o custo de prospecção de novos clientes e ampliar mercado. Além disso, a oferta de serviços cada vez mais diferenciados.

Blog – De que outras formas a sua empresa foi beneficiada com a utilização do Lector Live?

Valor Investimentos – Organização da base de dados de clientes e prospects.

Blog – A ferramenta supre as necessidades da sua empresa?

Valor Investimentos – Sim, supre. Na verdade, acreditamos que ainda podemos extrair mais dela gerando ainda mais valor para o nosso cliente. Mas isso requer algumas modificações de procedimentos internos.

Conheça a plataforma de webconferência Lector Live e reduza tempo e custo em seus eventos, treinamentos, apresentações, suporte. Acesse www.lectortec.com.br e entenda porque grandes empresas adotaram a plataforma de comunicação a distância Lector Live.


Lector Live: Da necessidade uma solução eficaz

evolucaoMarca2010

 

 

 

SCI, empresa catarinense que se destaca por oferecer soluções diferenciadas em tecnologia para o mercado contábil, iniciou suas atividades em 1991. Percebendo a necessidade de o mercado contábil informatizar seus dados, a empresa foi se especializando na criação de software para o segmento. Hoje, a SCI conta com mais de seis mil clientes ativos e 30 mil usuários.

Com a grande demanda de clientes e a necessidade de capacitar com mais eficiência e com menor custo, a SCI optou pela capacitação on-line, utilizando a plataforma de comunicação a distância Lector Live. Desde que a empresa adotou a plataforma, Elinton Marçal – Diretor de Tecnologia e Marketing – afirma que a SCI conseguiu encurtar distâncias e capacitar pessoas de todo o Brasil, o que antes seria praticamente impossível.

Confira a entrevista que Elinton Marçal cedeu ao Blog Mundo a Distância.

Blog – Para quais finalidades sua empresa utiliza o Lector Live?

SCI – Utilizamos o Lector Live para demonstrações, treinamentos de parceiros e clientes.

Blog – Quantas pessoas o utilizam?

SCI – Estamos apenas engatinhando no projeto, treinamos em média 80 pessoas de uma única vez, mas por mês são em torno de 1000 pessoas.

Blog – O que mudou para a empresa com a utilização da ferramenta?

SCI – Mudou muita coisa, reduzimos custos e ganhamos na velocidade da informação.

Blog – Houve diminuição de gastos? É possível quantificar?

SCI – Diminuiu muito, é impossível quantificar, pois agora fazemos muito mais por muito menos investimentos. Estadias, Transporte, Alimentação e Horas Extras são os principais gastos que reduzimos.

Blog – De que outras formas a sua empresa foi beneficiada com a utilização do Lector Live?

SCI – Foi muito beneficiada, pois encurtamos distâncias, treinamos gente do Brasil todos via EAD, antes era impossível.

Blog – A ferramenta supre as necessidades da sua empresa?

SCI – Sim, perfeitamente, estamos muito felizes com a Lector.

Blog – Já utilizou alguma customização especial da ferramenta? Qual a modificação principal?

SCI – Somos clientes novos, seis meses, usamos somente o básico, mas estamos encantados com a ferramenta.

Blog – Como você avalia o suporte e o atendimento ao cliente realizado pela Lector Tecnologia?

SCI – Excelente, sempre muito atenciosos. Impressionante!

Conheça a plataforma de webconferência Lector Live e reduza tempo e custo em seus eventos, treinamentos, apresentações, suporte. Acesse www.lectortec.com.br e entenda porque grandes empresas adotaram a plataforma de comunicação a distância Lector Live.


Ensino à distância: isso ainda vai ser grande no Brasil

Até 2022, a expectativa é que cerca de 1,2 milhões de brasileiros estejam matriculados em universidades online, segundo estudo

size_590_mulher-computador

São Paulo – Não faz muito tempo que cursos online eram vistos como formação, no máximo, complementar àquela tradicional. Hoje já não é mais o caso. Tanto que algumas das melhores universidades do mundo oferecem cursos de MBA à distância – alguns deles dão aos alunos que graduarem diplomas exatamente iguais àqueles dos alunos de aulas presenciais.

Nos Estados Unidos, o número de MBAs e cursos complementares que podem ser feitos pela internet cresce, mas no Brasil ele cresce em uma proporção ainda maior. Por aqui, segundo dados do relatório “Manual do Ensino à Distância no Brasil” feito pela HSBC Global Research, cerca de 12% dos alunos matriculados em um curso particular de ensino superior eram do ensino à distância. Já nos EUA, o número não chegava a um terço disso.

A expectativa para 2022 é que cerca de 1,2 milhões de pessoas estejam matriculadas em cursos privados de ensino à distância. Isso representaria 16% do total de matrículas no mercado, e um crescimento médio anual de 3,8% até lá.

O segmento tende a crescer, de acordo com o relatório, por conta das oportunidades que oferece. Segundo os especialistas do HSBC Global Research, o potencial de crescimento se dá por causa da “conveniência e custo mais baixo comparado aos cursos tradicionais”.

Alunos mais velhos, por exemplo, que se formaram do ensino médio há anos, são um grande grupo potencial para ensino à distância. O avanço nas tecnologias da área (com chats ao vivo, produção audiovisual e softwares para provas e exames, por exemplo) também colabora para a disseminação desses cursos e para maior aceitação deles.

Fonte: Exame.Abril

Conheça a plataforma de webconferência Lector Live e reduza tempo e custo em seus eventos, treinamentos, apresentações, suporte. Acesse www.lectortec.com.br e entenda porque grandes empresas adotaram a plataforma de comunicação a distância Lector Live.


Servidores começam curso a distância para a Copa

Um novo passo foi dado na tentativa de qualificar profissionais gaúchos para a Copa do Mundo de 2014. Servidores públicos do Estado e de mais de 30 municípios e agentes sociais, ligados a organizações não governamentais (ONGs), participaram da aula inaugural de dois cursos com foco na preparação para grandes eventos. As oficinas são ligadas às áreas de segurança e turismo. A iniciativa é capitaneada pela Rede Escola de Governo do Estado, através da Fundação para o Desenvolvimento de Recursos Humanos (FDRH), e contará com a participação da Universidade Feevale, de Novo Hamburgo.

Na quinta-feira, foram iniciadas, em um encontro presencial na Capital, as capacitações Mediação de Conflitos e Gerenciamento de Crise, na área de segurança, e Articulação Regional e Recepção de Grandes Eventos, ligada ao turismo. A primeira oficina será feita por 598 pessoas, enquanto a segunda terá a participação de 494 indivíduos. “O aluno terá até o final de fevereiro de 2013 para concluir o curso, que totalizará 60 horas. Nesse período, ele executará as atividades com uso de ferramentas a distância e será acompanhado pelos tutores. Ao final, haverá uma avaliação para ver se as competências foram desenvolvidas”,  explica Gladis Baptista, pró-reitora de Extensão e Assuntos Comunitários da Feevale.

O sargento da Brigada Militar (BM) em Porto Alegre Valdecir Silva é um dos alunos do curso voltado à segurança. “Esperamos nos aperfeiçoar para prestarmos um ótimo serviço na Copa. Vamos procurar trabalhar prevenindo, orientando e, somente em último caso, reprimindo”, promete. Segundo Silva, a intenção da BM é padronizar as ações de policiamento e focar na preparação em línguas estrangeiras, como inglês e espanhol.

Os idiomas encerrarão a primeira etapa do ciclo de capacitações a distância. No próximo dia 19, começarão as aulas, nesse formato, de inglês e espanhol, oferecidas pelo Senac-RS. Mais de 500 funcionários públicos de municípios e do Estado e agentes sociais devem integrar as turmas.

O secretário estadual do Esporte e Lazer, Kalil Sehbe, diz que, posteriormente, a intenção é oferecer mais cursos, abrangendo também o público em geral. “Até fevereiro do ano que vem, vamos com esse módulo. Depois vamos analisar a criação de outros”, afirma. Sehbe constata que, aos poucos, os profissionais de diferentes áreas, como comércio e serviços, começam a se conscientizar da importância de se preparar para o Mundial de 2014. “Todos os segmentos sociais estão vendo essa necessidade. Vamos conseguir, tranquilamente, ter pessoal capacitado. O Rio Grande do Sul vai ser a melhor sede da Copa“, garante, com entusiasmo.

Apesar do foco especial no Mundial, os cursos a distância procurarão abordar a preparação para eventos de grande porte sob  diferentes vieses. “É a Copa do Mundo para Porto Alegre, mas pode ser um rodeio em Santo Antônio da Patrulha ou uma feira em Vacaria. Queremos multiplicar conhecimento para que os municípios gerem renda e desenvolvimento com essas oportunidades”, destaca Jorge Branco, presidente da FDRH.

Fonte: Ecofinanças


Matemático usa smartphone para ensinar analfabetos a ler e a escrever em SP

Sala de aulas de alfabetização de adultos usa smartphone como ferramenta de apoio

Um grupo de 240 pessoas que vivem em oito cidades do interior paulista está aprendendo a ler e a escrever com o uso de smartphones dentro e fora da sala de aula.

Batizado de Palma (Programa de Alfabetização na Língua Materna), o projeto piloto afirma ter obtido resultados animadores ao adotar os aparelhos como instrumento complementar ao conteúdo dado nas aulas presenciais. A redução da evasão alcança taxas entre 50% e 100%.

Os estudantes são jovens a partir dos 15 anos e adultos que moram em Araras, Campinas, Franca, Itatiba, Leni, Ourinhos, Pirassununga e Santos. Pelo celular, as turmas resolvem exercícios, participam de jogos educativos e fazem as lições de casa.

O software desenvolvido pela equipe do matemático José Luis Poli, 56, coordenador do Palma, é também programado para avaliar o rendimento dos alunos, sendo capaz de identificar se um deles pode passar ou não para a etapa seguinte, mais avançada. As primeiras turmas se formam ainda neste ano.

“Diariamente, os alunos têm 40 minutos de atividades para serem feitas pelo smartphone. O tempo restante é de aula com um professor. A gente permite que os estudantes levem o aparelho para casa e façam as lições”, explica Poli.

Para 2013, o matemático pensa em ampliar o número de beneficiados, disponibilizando o serviço para 5 mil pessoas. Hoje existem 12,9 milhões de analfabetos com 15 anos ou mais no Brasil, segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

Entraves

O potencial do celular no ensino a distância é promissor. O setor da telefonia móvel no Brasil cresce de forma contínua a cada ano. Para termos de comparação, havia 257,9 milhões de linhas habilitadas em agosto, de acordo com a Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações).

Uma tendência relativamente nova, a adoção do smartphone para fins educativos esbarra, porém, em alguns obstáculos, como a maior penetração do celular nos Estados ricos e menor nos mais pobres. Além disso, há muita resistência entre os professores, que se intimidam com o fato de não saberem mexer no aparelho.

“Depende também da orientação das instituições de ensino a qual ele pertence. Se a diretoria incentiva o uso do smartphone em sala de aula ou não”, explica o professor de novas tecnologias de Educação do Senac-Campos de Jordão, André Genesini, 41 anos. “Mas, ao ter contato com o celular, essa resistência vai diminuindo. É a tendência do futuro”, acrescenta.

Um grupo de 240 pessoas que vivem em oito cidades do interior paulista está aprendendo a ler e a escrever com o uso de smartphones dentro e fora da sala de aula. O software desenvolvido pela equipe do matemático José Luis Poli, 56, coordenador do programa Palma, é também programado para avaliar o rendimento dos alunos Reprodução

Fonte: Uol. Educação

 

Conheça a plataforma de webconferência Lector Live e reduza tempo e custo em seus eventos, treinamentos, apresentações, suporte. Acesse www.lectortec.com.br e entenda porque grandes empresas adotaram a plataforma de comunicação a distância Lector Live.


Cursos livres são mais procurados do que os autorizados pelo MEC

Acesse o link e visualize o vídeo.

Cursos livres são mais procurados do que os autorizados pelo MEC

 


Uniasselvi capacita articuladores de EAD via Lector Live

Articuladores da Uniasselvi são capacitados através do Lector live

O Pró-reitor de Ensino de Graduação a Distância da Uniasselvi, professor Janes Fidélis Tomelin, iniciou no começo de abril mais uma capacitação via webconferência para os articuladores de pólo do Núcleo de Educação a Distância (NEAD). Toda a capacitação foi realizada diretamente através do Lector Live.

No encontro, o pró-reitor falou sobre os novos cursos da Faculdade, e deu início à capacitação que abordou assuntos como bolsas de estudos, seguro educação, normas disciplinares, cursos de nivelamento e avaliações. A próxima capacitação através do sistema Lector Live já tem data para acontecer: dia 2 de maio.