Arquivo da tag: smartphones

Protótipo de câmera japonesa faz imagens em 360 graus

Exemplo-de-imagem-em-360-graus

 

Hoje não existe câmera que tire fotos (ou faça vídeos) de 360º de uma posição única. Algumas máquinas oferecem o recurso que chamam de fotos panorâmicas, mas que têm que ser tiradas movimentando o equipamento. O resultado nem sempre é bom, já que as imagens ficam distorcidas pela movimentação desalinhada ou por eventuais tremores da mão ou do braço do usuário.

Uma empresa japonesa chamada Ricoh pensou, então, que se fosse fácil fazer imagens em 360º, o resultado poderia ser “divertido”, nas palavras da própria Ricoh. Criou, assim, um protótipo de câmera ominidirecional. Trata-se de uma haste com duas lentes “olho de peixe” posicionadas em lados opostos. Cada uma com a capacidade de “enxergar” 180º. O sistema embutido no aparelho combina as imagens em uma única foto de 360º e envia, de forma automática, o arquivo para um smartphone ou tablet.

O dispositivo, por enquanto, apenas tira fotos, mas a ideia dos desenvolvedores é incluir a capacidade de filmar também. Como se trata de um protótipo, as especificações técnicas ainda não foram definidas, segundo a empresa. Ao contrário das fotos panorâmicas que se conhece hoje, as imagens geradas por essa câmera da Ricoh são capazes de ver tudo, inclusive o que está acima e abaixo das lentes.

Neste vídeo, você entende um pouco melhor como funciona o aparelho:

Fonte: noticiastecnologia.com.br

 

Conheça a plataforma de webconferência Lector Live e reduza tempo e custo em seus eventos, treinamentos, apresentações, suporte. Acesse www.lectortec.com.br e entenda porque grandes empresas adotaram a plataforma de comunicação a distância Lector Live.

Anúncios

Tendências para 2013

Saiba o que especialistas esperam ver no mercado de tecnologia no próximo ano

O atual mercado de tecnologia da informação está em crise“Não veremos nada de novo”. É com esta frase que o gerente de pesquisa e consultoria do IDC, Alessandro Figueiredo, define o próximo ano no mercado de tecnologia. Segundo o especialista, as quatro tendências apontadas pelo IDC para 2013 são assuntos recorrentes.

O primeiro deles é a velha e boa cloud computing que, de acordo com Figueiredo, deve decolar com força no Brasil em 2013. “Por mais que tenham falado muito disso no país, somente no ano que vem que veremos uma forte adoção. Este ano tivemos conflitos entre as ofertas e as necessidades. A tendência é que isto se alinhe em 2013″, comenta.

O segundo tema que deve aparecer nas agendas das corporações é o Big Data. Os equipamentos (hardware) para armazenar dados e os softwares que exploram as informações terão um bom espaço no mercado, apesar do alto custo.

O Gartner, outra consultoria da área de TI, também vê o BD na lista das dez principais tendências para 2013. “Lidar com volume, variedade, velocidade e complexidade dos dados está forçando as empresas a mudarem suas abordagens tradicionais. Esta percepção está levando as organizações a abandonar o conceito de único local de armazenamento de dados. Elas estão apostando em múltiplos sistemas de análises de dados”, afirmou a companhia em uma pesquisa recente.

Outro estudo, realizado pela E.life, especialista em redes sociais, também aponta para um explosão do Big Data nos próximos meses. O documento informa que o termo passará a ser obrigatório em reuniões de marketing digital, uma vez que o desafio de como lidar com um volume exponencial de dados internos e externos será real em 2013.

“Plataformas como o Twitter poderão facilmente ultrapassar 1 milhão de postagens mensais mencionando uma grande marca somente no Brasil. De acordo com a revista The Economist, o mundo vai produzir 34.6 Zettabytes (1 trilhão de gigabytes) em 2020, saltando dos pífios 0.13 que produziu em 2005. Outra infraestrutura de servidores, largura de banda, banco de dados e algoritmos será necessário”, declarou a empresa.

Dispositivos móveis, como era de se esperar, também terão lugar garantido em 2013. Tablets e smartphones continuarão sendo a grande tendência no mundo varejista, o que impactará diretamente no mercado corporativo. Sendo assim, a última tendência apontada pelo especialista é a consumerização ou o conhecido “Bring your own device” (traga eu próprio dispositivo, em português). O Gartner ainda reforça a tendência com um estudo que sugere que os smartphones vão ultrapassar os PCs no acesso à internet no próximo ano.

“As pessoas vão forçar as empresas a criarem políticas de segurança para os aparelhos que elas levarem para o trabalho. A chegada da Apple no Brasil deve contribuir bastante com isso, aliás”, afirma Figueiredo.

Além dos temas citados, o Gartner acrescentou outros assuntos em destaque para o ano que vem. Os aplicativos móveis e os aplicativos construídos em HTML5 devem ganhar cada vez mais espaço no cotidiano dos consumidores e corporações. Ao lado deles, os serviços de armazenamento na nuvem para usuários finais também terão mais reconhecimento no mercado.

A internet das coisas, que vai conectar diversos produtos à rede, também foi apontada como uma das principais tendências para 2013. Para eles, a mobilidade já não se refere apenas a utilização de celulares ou tablets. A tecnologia celular está sendo incorporada a novos dispositivos.

Smartphones e outros dispositivos inteligentes agora se comunicam via NFC, Bluetooth e Wi-Fi para adicionar uma ampla gama de aparelhos e periféricos, tais como monitores de saúde e sistemas de entretenimento doméstico”, explica a companhia.

Fonte: Olhar Digital

 

Conheça a plataforma de webconferência Lector Live e reduza tempo e custo em seus eventos, treinamentos, apresentações, suporte. Acesse www.lectortec.com.br e entenda porque grandes empresas adotaram a plataforma de comunicação a distância Lector Live.


Brasil é o quarto mercado mundial de mobilidade

A GSMA Association divulgou uma pesquisa que aponta o Brasil, o 4º maior mercado móvel do mundo, com mais de 260 milhões de conexões móveis ativas, sendo 60 milhões em banda larga móvel. Mantendo as atuais taxas de crescimento, o País chegará a 2014 com 135 milhões de conexões em banda larga móvel.

O crescimento virá da oferta de novas tecnologias e serviços, como NFC, saúde móvel, educação móvel e comércio móvel. “O Brasil representa hoje uma oportunidade real para que as tecnologias móveis entreguem mais benefícios socioeconômicos ao País”, disse o CEO da GSMA, Franco Bernabè.

O estudo aponta que, com a massificação do uso de tablets e smartphones no País, o tráfego por usuário deverá crescer 83% ao ano entre 2008 e 2020, com previsão de um parque de 75 milhões de smartphones em operação em 2016. Na mesma medida, a demanda por banda larga móvel deverá crescer 19 vezes entre 2011 e 2016.

Copa e Olimpíadas
A realização da Copa do Mundo em 2014, e das Olimpíadas em 2016, serão grandes incentivadores no crescimento da demanda. A Copa do Mundo, por exemplo, deverá gerar cerca de 1 milhão de conexões em roaming criando, durante dois meses, um tráfego 300 vezes maior que o normal.

As Olimpíadas não ficarão atrás. O estudo da GSMA aponta que as Olimpíadas de Londres, realizadas este ano, geraram um tráfego equivalente a 60 GB por segundo durante sua realização e este volume deverá crescer consideravelmente nos próximos quatro anos.

Fonte: http://convergenciadigital.uol.com.br

A Lector Tecnologia é uma empresa que busca constantemente por novas tecnologias e novas ferramentas para melhorar cada vez mais a comunicação das empresas e das pessoas. Com essa filosofia a empresa está com uma a sua versão nova versão em HTML5 onde você poderá realizar interações a distância pelos seus dispositivos móveis (tablets e smartphones).

Conheça a plataforma de webconferência Lector Live e reduza tempo e custo em seus eventos, treinamentos, apresentações, suporte. Acesse www.lectortec.com.br e entenda porque grandes empresas adotaram a plataforma de comunicação a distância Lector Live.


Pesquisa: uso da internet móvel vem dobrando ano após ano

Um estudo feito pela StatCounter revela: o uso da internet móvel vem crescendo em uma escala impressionante. De acordo com a empresa de estatísticas, o acesso à web a partir de smartphones vem dobrando ano após ano, desde 2009. Essa pesquisa não computa os acessos feitos por meio de tablets.
De acordo com o relatório, hoje, 8,5% de todos os acessos à web são provenientes de smartphones. Em janeiro do ano passado, os aparelhos móveis eram responsáveis por apenas 4,3% das conexões. Em 2010, eles representavam 1,6% de todos os acessos, enquanto em 2009, apenas 0,7% dos acessos eram feitos via celulares inteligentes. “O uso da internet pelos smartphones ainda está abaixo dos 10%, mas o ritmo desse crescimento é considerável”, afirma Aodhan Cullen, CEO da StatCounter.

A pesquisa traz, ainda, outros dados interessantes. Nokia continua liderando o segmento de dispositivos móveis (40%) – muito provavelmente, por causa de sua boa aceitação no mercado indiano. A Apple aparece na segunda posição (29%), apesar de liderar nos mercados americano e britânico. No terceiro degrau está a Samsung, com 14% de participação.

 

Fonte: http://olhardigital.uol.com.br/negocios/digital_news/noticias/pesquisa-uso-da-internet-movel-vem-dobrando-ano-apos-ano